Semana Mundial da Amamentação 2018: Amamentação é a base da vida!

small-parts-of-my-world-3-1495552

Com o slogan Amamentação é a Base da Vida, a nova campanha de aleitamento materno, em alusão à Semana Mundial da Amamentação (1° a 7 de agosto), reforça a importância do leite materno para o desenvolvimento das crianças até dois anos e exclusivo até os seis meses de vida, orientação preconizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, a amamentação também reduz casos de diarreia, infecções respiratórias, hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade.

Entre as principais dificuldades para a amamentação exclusiva, atualmente, estão o posicionamento incorreto, insegurança quanto à quantidade de leite produzido, introdução de chupetas e mamadeiras, falta de apoio da família e retorno ao trabalho. Por este motivo, a campanha é um importante instrumento para sensibilizar a sociedade quanto aos benefícios do leite materno no desenvolvimento saudável da criança. Segundo OMS e UNICEF, cerca de seis milhões de crianças são salvas a cada ano com o aumento de taxas da amamentação exclusiva até o sexto mês de vida. Água, chás e principalmente outros leites devem ser evitados, pois há evidências de que o seu uso está associado com desmame precoce e aumento da morbimortalidade infantil, diz o Ministério da Saúde.

Confira alguns dos benefícios da amamentação:

  • Para o bebê:

-O leite materno contém todos os nutrientes e anticorpos essenciais até o 6º mês de vida;
-Bebês que foram amamentados têm menos chance de se tornarem obesos ou com sobrepeso no futuro;
-A amamentação previne alergias, anemia e infecções respiratórias, como a asma;
-Bebês amamentados têm risco menor de desenvolver diabetes tipo II;
-Crianças que tiveram amamentação exclusiva até os seis meses tiveram 3 pontos em média a mais em testes de QI.

  • Para mães:

-A amamentação reduz a depressão pós-parto;
-O leite materno é acessível;
-A amamentação ajuda no controle da natalidade (tem uma taxa de proteção de 98% nos primeiros seis meses);
-Tem um efeito protetor contra o câncer de mama e de ovário;
-A amamentação reduz o risco da mulher desenvolver diabetes tipo 2 após a gravidez.

[Fonte: Nações Unidas]

O mês de agosto é chamado de “Agosto Dourado” devido ao leite materno ser o “padrão-ouro” para a alimentação exclusiva de bebês até os 6 meses de idade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.