Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal

Semana Nacional de Prevenção do Câncer Bucal

Nesta Semana é comemorado o Nacional de Prevenção do Câncer Bucal – de 1 a 7 de novembro. O diagnóstico precoce pode salvar vidas. A data comemorativa foi instituída pela Lei nº 13.230/2.015 e tem como principais objetivos:

 

  • Estimular ações preventivas e campanhas educativas relacionadas ao câncer bucal;
  • Promover debates e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral aos portadores de câncer bucal;
  • Apoiar as atividades organizadas e desenvolvidas pela sociedade civil em prol do controle do câncer bucal.

O câncer da boca (também conhecido como câncer de lábio ou de cavidade oral) é um tumor maligno que afeta lábios, estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca, língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua.

Sinais e sintomas:

  • Lesões (feridas) na cavidade oral ou nos lábios, que não cicatrizam por mais de 15 dias, que podem apresentar sangramentos e estejam crescendo;
  • manchas/placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca ou bochechas;
  • nódulos (caroços) no pescoço;
  • rouquidão persistente.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) revelam que o Câncer Bucal é mais comum em homens com idade acima dos 40 anos. Neste ano, a estimativa do INCA é de 15.190 novos casos no país, sendo 11.180 em homens e 4.010 em mulheres. Pacientes que têm diagnóstico precoce com tumores iniciais, a chance de cura é acima de 95%. Quando um paciente apresenta alguma sintomatologia como dor ou dificuldade de mover a língua, que são dores mais avançadas, a chance de cura cai para 45%.

Atitudes simples como abstenção de fumo e bebidas alcoólicas, dieta rica em alimentos saudáveis e boa higiene oral diminuem as chances de desenvolver a maioria das doenças malignas, inclusive os tumores na boca, que são os mais comuns tipos de câncer de cabeça e pescoço no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a prevenção pode ajudar a reduzir a incidência de câncer em até 25% até 2025.

 

Fontes de inspiração:

INCA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.