Dia do Médico Intensivista

Responsável pela multidisciplinaridade dos atendimentos em UTIs, o cargo de intensivista é uma das especialidades médicas em evidência no momento. A especialidade é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Sua origem está relacionada ao tratamento especializado oferecido a feridos de guerra pela enfermeira Florence Nightingale em torno de 1850, sendo hoje reconhecida como a precursora dos cuidados intensivos.

 

Um fator essencial que o médico de terapia intensiva precisa ter controle em uma UTI é o nível de saturação de oxigênio sanguíneo dos pacientes, isto é, compreender a quantidade de oxigênio presente na circulação que trabalha como parâmetro para perceber como anda a função respiratória de um indivíduo. Os profissionais aptos a realizar residência em Terapia Intensiva são aqueles que já têm residência completa em Clínica Médica, Cirurgia, Anestesiologia, Cirurgia Geral ou Infectologia.

O médico intensivista trabalha sempre com o objetivo de reduzir a morbidade e mortalidade, sempre que possível, além de manter os pacientes nas melhores condições de acordo com cada quadro clínico. Hoje, a Engemed homenageia esses especialistas. Parabéns a todos os médicos intensivistas e suas equipes.

 

 

Fontes: Cremesp, G1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.